Geada atinge lavoura de vários Cooperados

Terça-feira (dia 20 de julho de 2021), geada destrói lavouras de café em Nova Resende e região, queimando talhões inteiros causando prejuízos para os agricultores.

Registrando temperatura de 1° grau, a geada assusta cafeicultores, pois o gelo atingiu tanto as áreas mais comuns de ocorrer o fenômeno (nas áreas baixas) como nas áreas que o fenômeno é raro de ocorrer (regiões mais altas).

O prejuízo total ainda é avaliado por agrônomos, mas a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) já estima que possa ser 7 milhões de sacas de café para a produção de 2022.

De acordo com a analista de agronegócios da Faemg, Ana Carolina Gomes, existem três possíveis caminhos que os produtores podem recorrerem.

  • Aos produtores que possuem seguro rural, deve-se notificar as seguradoras e solicitar a sua indenização.
  • Solicitar o crédito para a recuperação dos cafezais danificados, que pode ser acessada pelo Funcafé.
  • E caso o produtor precise, ele pode pedir a renegociação ou prorrogação das dívidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »